|Let me fly away with you|.|Give me more than one caress, satisfy this hungriness|.|Let the wind blow through your heart|.|For wild is the wind, wild is the wind|.|For we're like creatures of the wind, and wild is the wind|.|Wild is the wind…|

22
Abr 09

 

 

Creio que eu não nasci para triunfar ou ser feliz.

[Pelo menos não nesta vida...]

publicado por nOgS às 12:39
sinto-me: Sad
música: David Grey – Please forgive me

16
Abr 09

 

Recebe-me em ti, como receberias uma óstia na tua boca. Ajoelha-te sob o meu corpo, e abre a cortina, confessa-te nele, e liberta todos os teus pecados nessa porta aberta para ti. Percorre as minhas impressões digitais como se fossem contas no teu terço. Abraça-me. Recebo-te em mim.
... e mesmo se não fores crente, crê em mim. Acredita em mim, pois colocar-te-ei o pecado e a absolvição entre a ponta dos teus dedos e tua língua.

 

 

[Pic by DeltaMarie]

 

publicado por nOgS às 08:47
sinto-me:
música: Breathe – Depeche Mode
tags: ,

11
Mar 09

 

 

 

 Não me importam casas de cristal, para mundos que se desmoronam já me bastam os meus.

Não quero que me prometam a possibilidade de algo incerto como quem promete pérolas a porcos esfomeados. Não estou assim tão desesperada, obrigada. Não.

Eles têm razão, aqui existe todo um mundo... Sim, preciso deles. Agora. E, no fundo, eles não precisam assim tanto de mim. É igual um mim ou outro qualquer. Mas não faz parte do meu lema viver com uma coleira ao pescoço... mesmo que esta tenha buracos para possivelmente, futuramente, me colocarem medalhas.

Não quero carregar estatuetas ou coleccionar chapas de ouro com pancadinhas desenhadas nas costas. Não sou adepta de camisolas, mesmo que fique muito gira com elas perfeitamente ajustadas ao meu corpo.

Deixem-me respirar! Lá fora existem outros mundos e cá dentro, no fundo, não se vive propriamente num paraíso.

– Tomem. Deixo-vos a chave deste bonito castelo amaldiçoado. Não o quero para mim.

publicado por nOgS às 20:19
sinto-me: revoltada
tags:

10
Mar 09

 

No meu mundo encantado sou feliz. Retiro a máscara preta que coloco a cada noite antes de dormir tentando esconder a luz que me cega dos sonhos, e vivo sonhando que não estou só. No espaço imensamente vazio e branco tenho várias fotografias penduradas de momentos rodopios em que vivi.

Sirvo duas taças de chá de jazmin e passeio pelo meu mundo de flores onde um dia entrelaçaste teus dedos nos meus cabelos. Sou a rainha deste reino encantado!

 Mas o que importa, se no final, me confronto e vejo que também sou o único habitante dele?

 

 

[http://www.youtube.com/watch?v=bTWl7BBZByc&feature=recommended]

 

publicado por nOgS às 14:43
sinto-me: na terra dos sonhos
música: David Bowie - As The World Falls Down

20
Abr 08

 

 

 

Umas soltas e perdidas no deserto,

 

outras dançando com o vento,

 

outras voando com os sonhos,

 

outras escrevendo o diário da minha vida...

 

 

as minhas...

 

Páginas.

publicado por nOgS às 13:09
sinto-me: eu
música: Wild is the wind - David Bowie

02
Ago 07

 

 

 

No meio de uma floresta encantada onde coexistem os sonhos e pesadelos. Fadas, duendes, dragões e monstros lutam por um reino perdido.

Tentei esconder-me desse mundo. Mas todos os passos que dei formaram círculos em seu retorno.  Esse é o meu mundo, por muitos labirintos que percorra.

Entrei nele de novo, na esperança de me encontrar.

Escondi-me, perdi-me...

Tu,

Encontraste-me.

E deste-me a mão.

Seguimos juntos.

 

publicado por nOgS às 00:18
sinto-me: Encantada
música: Stairway to heaven

07
Nov 06

 

O meu caminho não precisa de estradas, não precisa de placas, nem sinais de iluminação. Não preciso de uma casa, nem de um carro, preciso de mim.

Por isso caminho como um elefante rumo ao meu destino.

publicado por nOgS às 02:22
sinto-me: believer
música: Immigrant – Nitin Sawhney
tags:

12
Set 06

 

Pic by Zemotion

 

 

Chupa-chupa de arco-íris,

tranças coladas ao rosto,

vestidinho às bolinhas.

 

Rodopia, rodopia

Cotovia

Utopia.

 

Solta as trancinhas,

Despe-te desse olhar traquina

E dessa esperança de menina.

 

Rodopia, rodopia

Cotovia

Utopia.

 

Entra de novo no carrocel

Pinta de novo os olhos

Com o teu mais perfeito pincel.


Rodopia, rodopia

Cotovia

Utopia.

 

Torna-te de novo mulher

Calça o sapato

Deixa o teatro.

 

Rodopia, rodopia

Cotovia

Utopia.

 

O palco está vazio

Não tens para onde ir.

Mas rodopia, rodopia

e continua a sorrir.

publicado por nOgS às 23:31
sinto-me: rodopiante
música: Hapiness – Goldfrapp
tags: ,

19
Jul 06

 
I walk a lonely road
The only one that I have ever known
Don't know where it goes
But it's home to me and I walk alone

I walk this empty street
On the Boulevard of broken dreams
Where the city sleeps
And I'm the only one and I walk alone

I walk alone
I walk alone
I walk alone
I walk a-

My shadow's the only one that walks beside me
My shallow hearts the only thing that's beating
Sometimes I wish someone out there will find me
'Til then I walk alone

Ah-Ah Ah-Ah Ah-Ah Ahhh-Ah
Ah-Ah Ah-Ah Ah-Ah

I'm walking down the line
That divides me somewhere in my mind
On the border line of the edge
And where I walk alone

Read between the lines of what's
Fucked up and everything's all right
Check my vital signs to know I'm still alive
And I walk alone

I walk alone
I walk alone
I walk alone
I walk a-

My shadow's the only one that walks beside me
My shallow hearts the only thing that's beating
Sometimes I wish someone out there would find me
'Til then I'll walk alone... 

Ah-Ah Ah-Ah Ah-Ah 
Ahhh-Ah Ah-Ah Ah-Ah
I walk alone
I walk a-

I walk this empty street
On the Boulevard of broken dreams
Where the city sleeps
And I'm the only one and I walk a... 

My shadows the only one that walks beside me
My shallow hearts the only thing that's beating
Sometimes I wish someone out there will find me
'Til then I'll walk alone
 

 

[Green Day]

publicado por nOgS às 00:07
sinto-me: alone
música: Boulevard Of Broken Dreams – Green Day

14
Abr 06

Stop all the clocks, cut off the telephone, Prevent the dog from barking with a juicy bone, Silence the pianos and with muffled drum Bring out the coffin, let the mourners come. Let aeroplanes circle moaning overhead Scribbling on the sky the message He Is Dead, Put crêpe bows round the white necks of the public doves, Let the traffic policemen wear black cotton gloves. He was my North, my South, my East and West, My working week and my Sunday rest, My noon, my midnight, my talk, my song; I thought that love would last for ever: I was wrong. The stars are not wanted now: put out every one; Pack up the moon and dismantle the sun; Pour away the ocean and sweep up the wood; For nothing now can ever come to any good.


[W H Auden]

publicado por nOgS às 18:47
sinto-me: lost
música: Illuminate me – Gregory Hoskins
tags: ,

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

8 seguidores

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30



pesquisar neste blog
 
RSS