|Let me fly away with you|.|Give me more than one caress, satisfy this hungriness|.|Let the wind blow through your heart|.|For wild is the wind, wild is the wind|.|For we're like creatures of the wind, and wild is the wind|.|Wild is the wind…|

26
Dez 05
Ali estava ela. Deitada, olhando para o tecto do seu quarto, contando as estrelas imaginárias que o preenchiam. Pensava em como era estranha a sua vida. Sorria, quando nem parecia ter razões para sorrir. Chorava, quando era tão bizarra a razão que a fazia chorar. Tonta. Era uma miúda tonta.
Estava sozinha. Mas não se sentia sozinha. Tinha a vida virada do avesso, mas nem por isso se sentia desesperada. Acendeu mais um cigarro. Esperava que os dias que se seguiriam lhe dessem algumas respostas. Às vezes era importante que existissem dúvidas, para que as certezas fossem mais claras.
Aquele espaço, aquelas paredes eram a sua certeza. A sua incerteza? Escondia-se no meio das estrelas que pintavam o seu tecto.
"Fadinha". Sentia-se fadinha, como uma amiga lhe disse que era, por vezes. Mas era bonita a imagem de sonho que ela via. Perspectivavam-se novas etapas. Desceu desse estatuto de sonhadora. Fechou os olhos e reflectiu. Pensou: - "Seguirei em frente. Não importa o tempo que demorará. Encontrarei respostas, mesmo onde não as procuro."
Sim, ela virou-se para o lado e sorriu (mais uma vez) sem saber bem porquê.
publicado por nOgS às 00:57

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

9 seguidores

Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
24

25
27
28
29
31


pesquisar neste blog
 
RSS